domingo, 30 de novembro de 2008

Resultados de exames

Esse foi o prato do meu almoço. Uma colher de sopa de arroz, um bife mal passado bem pequeno, e muita salada de pepino e tomates e também muito repolho refogado. Todos cozidos com pouca gordura e pouco sal. Tenho feito o que todo nutricionista manda, procuro me alimentar 6 vezes por dia, como se fosse tomar um remédio, com hora marcada. Um café da manhã, lanche, almoço, café da tarde, jantar e ceia. Hoje a tarde exagerei um pouco pois fui ao aniversário do Pedrinho e não consegui resistir aos salgados e doces, mas amanhã perco isso na esteira.

Conforme eu havia prometido ontem, hoje começo a mostrar a minha evolução, que tenho certeza, me ajudará a atingir meus objetivos. Então essa foto abaixo é uma foto de como me encontro atualmente. Há um ano venho acompanhando meu peso pois tenho uma balança no banheiro. O máximo que já cheguei foi 74 kg, o que dá pra perceber bem, quando minhas calças começam a ficar apertadas. Na segunda-feira comecei uma dieta por conta própria, enquanto não recebo a dieta do médico. De segunda a sexta já perdi dois quilos e meio. Passei um pouco de fome no início, mas parece que o corpo vai acostumando, e já reparei que as quantidades de alimentos que coloco no prato diminuíram consideravelmente, assim como aumentou a variedade de legumes, verduras, saladas, etc. Nessa semana pouco vi dos doces. Não resisti um dia e comi um bombom, mas tenho evitado.

Na segunda feira passada passei por consulta médica onde foram pedidos vários exames de sangue e urina. Com base nos resultados o médico poderá avaliar minha condição atual para compor uma dieta adequada e também para efeito de comparação com exames que serão realizados posteriormente.



Vamos aos exames:


Hemoglobina = 15,7
Hematócrito = 45
* Esses exames e todo o hemograma estão normais. Tanto a série branca do sangue quanto a vermelha encontram-se dentro da normalidade.


Glicemia de jejum = 94 mg/dL
Glicemia pós prandial = 88 mg/dL
* Com base nesses exames e observação de possíveis sintomas é possível determinar que não sou, no momento, portador de diabetes.


Uréia = 41 mg/dL
Creatinina = 1,06 mg/dL
* A uréia está acima do normal (até 40 mg/dL em adultos), mas não preocupou o médico.


Colesterol total = 186 mg/dL
Colesterol HDL = 32 mg/dL
Colesterol LDL = 126 mg/dL
Colesterol VLDL = 28 mg/dL
Triglicerídeos = 140 mg/dL
* O perfil lipídico está normal para uma pessoa de minha idade, mas o médico ressaltou a importância de aumentar o HDL e diminuir o LDL. Bioquimicamente isso é necessário pois o HDL tem um papel bastante importante de aceleração no metabolismo do colesterol enquanto o LDL é o vilão, responsável por levar colesterol para os tecidos, causando obstrução de artérias. Também disse que quer tentar abaixar ainda mais os triglicerídeos.



Ácido úrico = 6,4 mg/dL
TGO = 29 U/L
TGP = 42 U/L
GGT = 28 U/L
* Ácido úrico e enzimas hepáticas dentro da normalidade.


PCR = 0,26 mg/dL
TSH = 1,3 uIU/mL
T4 livre = 0,8 ng/dL
* Indicadores reumáticos e hormônios dentro da normalidade.


PSA = 1,3 ng/mL
PSA livre = 0,4 ng/mL
* Marcadores prostáticos em bom nível.


IGF-1 = 134 ng/mL
IGF-BP3 = 3.640 ng/mL
Urina I - Normal em todos os aspectos
* O resto dos exames normais.


Fiquei feliz com os resultados, uma vez que não fazia um check-up há mais de 10 anos.


O objetivo da minha dieta não é somente perder peso, mas também trocar massa gorda por massa magra (gordura por músculos). Por isso estou me sujeitando a essa rotina de dietas e exercícios físicos que nessa semana será aumentada. O aumento da carga de exercícios físicos é gradual uma vez que eu estava parado há bastante tempo, curtindo meu sedentarismo.

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Uma nova proposta...

De uns meses para cá venho percebendo que estou engordando um pouco. Descuidei da alimentação e andei um pouco estressado por diversos motivos pessoais, nada muito importante. O peso da idade chegando também conta muitos pontos, já no ano que vem entrarei na casa dos 40 e se descuidar agora será muito difícil de recuperar lá na frente, visto que meu metabolismo já está ficando mais lento, diferente do que eu tinha há 10 anos atrás.
Sei que estava precisando de uma dieta, mas como bom italiano sou bom de garfo e principalmente um amante de doces. No ano que vem, ao começar meu curso de gastronomia essa situação tende a piorar pois vou estar sempre em contato com alimentos, diariamente atiçando meus sentidos. Bom, estão aí apresentados os fatores que me levaram a pensar na seguinte proposta - mostrar o meu emagrecimento e ganho de massa muscular, uma melhoria na minha alimentação tornando-a mais light e menos calórica e um corpo mais disposto e saudável.
Relutei bastante para começar, andava meio preguiçoso, em ritmo de férias, totalmente sedentário. Nada me dava forças para começar outra dieta e outra rotina de academia e malhação, visto que já comecei e parei diversas vezes esse tipo de atividade. Então me vi numa situação em que eu precisava de um novo estímulo que me fizesse encarar novamente essa rotina e que fizesse com que essa rotina se transformasse em uma rotina prazerosa e não entediante, que é a forma como eu até hoje vejo a malhação.
Pensei, pensei e pronto, acendeu-se uma luz, por que não colocar a minha rotina em palavras e fotos em um blog que descrevesse tudo o que eu estou passando, os métodos que estou seguindo durante a dieta, o meu tipo de alimentação, os meus erros e acertos na busca de uma vida mais saudável?
E é isso que vai acontecer daqui pra frente nessa página que você está visitando, uma espécie de diário da minha busca por um corpo mais seco, e do aumento de minha auto-estima. Quando tiver fotos vou colocá-las prontamente, pois essa é a melhor forma de mostrar os avanços e as melhoras. Se vou pagar mico??? Com certeza, colocar fotos da minha barriga na internet não é a melhor coisa que eu gosto de fazer na vida, mas não tem problema, esse é mais um estímulo a melhorar e prosseguir com o meu projeto saúde. Aceito críticas e palavras de incentivo. Qualquer outro tipo de manifestação que não me agrade, deleto na hora.
E então está lançado o meu novo blog. No próximo post, que devo fazer amanhã, já vou iniciar com algumas fotos e medidas do início do tratamento.
Ah, já ia me esquecendo do mais importante; todo esse tratamento tem respaldo médico. Procurei ajuda de um profissional, um médico do esporte, e com base em vários exames pedidos por ele na última segunda-feira como os exames de sangue, ecocardiodoppler, ultrassom e ergoespirometria, terei o melhor acompanhamento possível. Agradeço a visita de todos vocês e peço que me encorajem sempre.

Projeto saúde

Este blog começa nesse final de semana - aguardem...